Minha Escolha:
Procure por Tag:
Nenhum tag.
Fique a Par:

A Costuraria muda de endereço

A estilista e costureira Carolina Nogara inaugura neste sábado, dia 18 de novembro, o novo endereço da Costuraria C. Nogara. Num charmoso sobrado no número 392 da Alameda Taunay, no Batel, a costuraria que já traz uma fiel clientela ganha mais espaço e expande - tornando ainda mais evidente - sua vocação criativa. Com mais de 200 metros quadrados, a casa abriga um espaço de loja, com criações assinadas pela estilista, uma área de criação, onde o cliente pode customizar suas roupas em cocriação com Carol, um amplo provador para marcações de ajustes e detalhamentos sob medida, e um espaço externo para a realização de eventos e outras atividades do ateliê. Carolina Nogara abriu a Costuraria há seis anos com a proposta de oferecer desde simples reformas a sofisticadas confecções, desafiando os clientes a se expressarem pelo vestir a partir de peças clássicas, ou por meio de ousadas criações.  A proposta de transformar com arte todo o processo de confecção, reparo ou customização de roupas e acessórios é a marca registrada da Costuraria. Reciclar ou criar peças inteiras a partir dos retalhos que Carolina seleciona e aplica em suas confecções exclusivas é um delicioso processo criativo. Carolina Nogara dá continuidade à tradição das antigas modistas, que investiam seu olhar refinado na leitura perspicaz do estilo que as pessoas gostariam de expressar no vestir. Para quem não se afina com modelagens convencionais oferecidas no varejo, a Costuraria é uma opção não apenas para se vestir, mas um ateliê criativo para descobrir-se. “Uma boa costureira não tem preço. Seu valor transcende o domínio da técnica, se estende à sintonia que a criadora deve estabelecer, em cada projeto, com as grandes tendências de sua época, com a cultura local e, principalmente, com a personalidade de cada pessoa”, diz Carolina ao defender o conceito de moda individual, peças produzidas para as medidas do corpo e do gosto de cada um.

“Uma saia não é uma simples saia”, ela explica. “É a sua saia, tem o tecido, cor e tamanho que combina com o seu gosto e que, o mais importante – lhe agrada. Gordinha, magrela, não interessa, o que interessa é o modo como cada um se afirma no seu próprio estilo”. Carolina Nogara é estilista com moda e costura moldada nos genes. Sua formação deu-se nos onze ateliês que a mãe conduzia em Curitiba e Ponta Grossa ao longo de sua adolescência, atendendo, tecendo e fazendo arte de linhas e trapos nos intervalos do trabalho. Levou o aprendizado da costura criativa à academia, profissionalizando-se na conceituada Polimoda de Firenze. Aos 22 anos retorna a Curitiba, ganha o prêmio de melhor produtora de fotografia de moda no Centro Europeu e abre seu próprio ateliê, onde modela e confecciona de malharia a alta costura e peleteria, customiza, reforma, recicla, produz desfiles e figurinos cenográficos, atua como personal stylist e ilustradora de moda.